O grande trabalho da vida é transformar nossa confusão interior em clareza. Trabalhar por si. Treinar os olhos para ver além das barreiras de nossas crenças limitantes e abrir as portas do campo criativo que é a morada da paz, da amorosidade, da abundância e do tesão de viver. Se cada ser humano se preocupar em ser bom consigo mesmo, naturalmente será bom para os outros e se transforma em uma medicina para o mundo. Somos filhos desta terra, somos frutos desta terra. Não chegamos até aqui de cegonha, meteoro ou disco voador. Somos os sentidos e a consciência desta terra, portanto cabe a nós estabelecer o elo pela preservação do bem viver e liberdade de todas as espécies! A que outro propósito serviria nossas vidas?

Ricardo Neto

Leave a Reply